Vitiligo

 

O Vitiligo se caracteriza pela presença de manchas acrômicas (sem pigmentação) na pele. As lesões, nos locais afetados, formam-se devido à diminuição ou ausência de melanócitos, células responsáveis pela formação do pigmento melanina, que dá cor a pele.

É considerada uma doença autoimune, na qual alterações ou traumas emocionais podem atuar como fator desencadeante ou agravante do quadro clínico.

As lesões são caracterizadas por manchas brancas, com total ausência de pigmento, limites bem definidos, apresentando, às vezes, um fino halo de pele mais escura ao seu redor.

As áreas mais atingidas são os membros, genitais, cotovelos e joelhos, mas pode chegar a acometer quase toda a pele. Em áreas pilosas, os pelos ficam brancos.

O Vitiligo é uma doença crônica, que pode permanecer estável durante anos, voltar a se desenvolver ou regredir espontaneamente.BAs alterações estéticas provocadas na epiderme podem causar distúrbios psicológicos, que prejudicam o convívio social, apesar da doença não apresentar qualquer prejuízo à saúde física.

 

Importante

 

Os tratamentos devem sempre ser indicados e acompanhados por um médico dermatologista.

 

Possíveis tratamentos

 

  • Fototerapias

  • Acompanhamento psicológico

  • Medicações que estimulem a produção de melanina

  • Procedimento cirúrgico para transferir melanócitos obtidos em área de pele saudável para a área afetada

 

Dicas

 

  • Paciência, o tratamento é demorado, mas pode ser eficaz.

  • No caso das crianças, é importante que os pais controlem a ansiedade para não aumentar a gravidade da doença, dificultando o seu tratamento.

  • Vitiligo é contagioso? O vitiligo não oferece o menor risco de contágio para qualquer pessoa que entre em contato com os portadores da doença

Rua: Rodrigues da Cunha, 92 Bairro: Martins - Uberlândia - MG Fone: (34) 3236-8151 - derma@marianehanna.com.br